12.4 C
São Paulo
sábado, julho 31, 2021
Festival MixBrasil
[td_block_big_grid_fl_2 mx19f_title_font_family=”” mx19f_title_font_size=”eyJhbGwiOiIxOSIsInBvcnRyYWl0IjoiMTcifQ==” mx19f_title_font_line_height=”1.26″ sort=”random_posts” category_id=”137″ tdc_css=”eyJhbGwiOnsiYmFja2dyb3VuZC1jb2xvciI6IiMwMDAwMDAiLCJkaXNwbGF5IjoiIn19″]
00:14:21

Serial Clubber Killer (1994)

Vencedor do prêmio de Melhor Curta no Mix Brasil, em 1994
00:11:53

Lados Dados (2011)

Após o término do relacionamento, os dois rapazes envolvidos, tentam entender o que realmente aconteceu entre os lados nas diversas histórias que viveram juntos
00:12:43

Vestido de Laerte (2012)

Laerte percorre um longo caminho pela cidade de São Paulo em busca de um certificado.

Cassandra Rios – A Safo de Perdizes (2013)

Cassandra Rios foi uma escritora que causou polêmica nos anos 70. Em plena Ditadura Militar, ela abordava a homossexualidade em suas obras, sendo perseguida sob alegação de pornografia

Elvis e Madona (2010)

Elvis é fotógrafa e faz bico como entregadora de pizza. Durante uma entrega, conhece Madona, uma travesti com quem acaba se relacionando
00:34:19

Verona (2013)

Dez anos após o rompimento do duo de dance music Verona, Elias volta ao Brasil para reencontrar seu antigo parceiro, Walter, que está prestes a se casar com Filipe
00:10:30

Os clubbers também comem (1999)

Se você pensa que já viu tudo em matéria de mundo clubber, prepare-se: você vai descobrir que... os clubbers também comem.

Diálogo (2010)

Melhor curta-metragem nacional no Festival Mix Brasil Rio de Janeiro, pelo voto popular. Aborda a relação de Fernando e Caio, que começa com uma forte atração física mas acaba esbarrando na falta de diálogo.
00:17:54

Jiboia (2011)

O curta, de Rafael Lessa, ganhou o Prêmio Canal Brasil no 19º Festival Mix Brasil (2011)

Desamor (2018)

Protagonizado por Dionísio Neto, o drama de Walcyr Carrasco explora as relações pessoais e o preconceito em uma metrópole

A Bacia de Proust (2019)

O drama “A Bacia de Proust” é um manifesto do corpo interpretado pelo ator Márcio Gomes e esteve em cartaz no Centro de Cultura da Diversidade

Jonas e a Baleia (2019)

Formado por um jovem e amargurado estudante (Pedro Nasser), que enfrenta sérios problemas familiares por conta sua homossexualidade, e pelo pai de sua ex-namorada, um executivo bem-sucedido (Dionisio Neto) que rejeita sua própria orientação bissexual, o relacionamento é o ponto central da narrativa que discute o amor, o erotismo e os preconceitos na sociedade atual.

“Geladeira” – Gaê

A canção, que nasceu como um samba, foi construída com instrumentos inusitados ao gênero, como o cello e o trompete, presentes em toda a faixa, em uma percepção sensível do artista, que traz esses elementos em sua própria banda

“O Cu do Mundo” – Adriana Calcanhotto (2018)

O clipe é baseado no espetáculo "DEMÔNIOS", do Teatro da Pombagira, que esteve na 26ª edição do Festival MixBrasil

“Flutua” – Johnny Hooker feat. Liniker (2017)

Videoclipe roteirizado pelo cineasta Daniel Ribeiro e protagonizado pelos atores Jesuíta Barbosa e Maurício Destri

Lipsync for your life (2020)

Vencedor do Show do Gongo do 28º Festival MixBrasil

Telebambis (2007)

Vencedor do Show do Gongo do 15º Festival Mix Brasil 

Desafio Pacsivia (2008)

Vencedor do Show do Gongo do 16º Festival Mix Brasil

Love Snaps (2016)

Coelho de Prata pelo Júri como Melhor Roteiro em 2016. Rafael não acha que o excesso de vídeos que publica, expondo seu namorado no Snapchat, seja um problema até que passa dos limites ao postar um vídeo íntimo
00:12:05

Os Últimos Românticos (2020)

Exibido na mostra Young Love no 27º Festival Mixbrasil
00:11:53

Lados Dados (2011)

Após o término do relacionamento, os dois rapazes envolvidos, tentam entender o que realmente aconteceu entre os lados nas diversas histórias que viveram juntos

Majur (2018)

Majur é porta-voz e responsável pela Chefia de Comunicação em uma aldeia indígena no interior de Mato Grosso. Curta esteve no Festival Mix Brasil em 2018
00:13:01

CUCETA – A Cultura Queer de Solange Tô Aberta (2010)

Webdocumentário focando os bastidores do show, idéias e a filosofia queer do duo Solange tô Aberta. Seriedade, sarcasmo, ironia, anarquia e cultura gay. A defesa do corpo livre, sem formato social. o webdoc intercala entrevistas com trechos do shows. Funk carioca queer!
00:03:38

Cabeça Vazia é Oficina do Diabo (2011)

Dirigido por Melissa Sguarizi