11.3 C
São Paulo
sexta-feira, julho 3, 2020
Festival Mix Brasil

Babado! Drag Virou Mercado: Como fazer acué com montação?

RuPaul’s Drag Race criou um mercado gigante em torno da cultura drag. Uma de nossas maiores referências pop, Pabllo Vittar, amplificou esse fenômeno no mainstream brasileiro. Quais são os prós e os contras desse fenômeno? Como se beneficiar disso e alargar as possibilidades artísticas de uma drag queen? Se você quer empreender com montação, essa mesa é para você.

#ConvergênciaCosplay Rola toda uma cena de drags que fazem cosplay. Como esses dois mundos se atravessam?
#DaBeautyÀMonstra Ainda que pareça existir um ”padrão RuPaul” de montação, há outros caminhos e infinitas linguagens para uma drag queen.
#RespeiteAsMaisVelhas Qual o impacto RuPaul em drags brasileiras que já giravam a roda antes desse bafo todo? Onde se encaixam?
#GGGPq? Precisa ser um homem gay para fazer drag?

Participantes
Allma Negrot: É codinome de Raphael Jacques, artista visual cujo trabalho se desdobra em performance, maquiagem e direção de arte através da ressignificação.
Duda Dello Russo:  Drag queen/cosplayer de 22 anos. Com anos de drag, mistura a estética de filmes, terror, fantasia, animes e desenhos infantis nos quais encontrava o mínimo de representatividade como LGBTQ.
Slovakia: Cosplayer, figurinista e drag. É tetracampeã mundial de cosplay, e viajou o mundo expondo e falando sobre seu trabalho.
Tchaka (Mediação):Drag Queen TchaKa considerada pela mídia a Rainha das Festas.
Bianca Della Fancy: Fashion model, youtuber, dj e influencer.
Amanda Sparks: É Drag Queen, gamer e game designer. Está sempre pensando em ideias para jogos e pretende tornar a Amanda Sparks no Mario Bros das gay!

Outros episódios