SAO PAULO, SP, BRASIL, 24-03-2017:  XXXXXXXXXX. Foto Still do longa; Jamais estive tão segura de mim mesma; da cineasta Monique Gardenberg. (Foto: Fabio Braga/Dueto Produções) DIVULGAÇÃO. 


CENA: Ímã canta "You're so vain". Família assiste do camarote.

Paraíso Perdido

DATA E LOCAL DE EXIBIÇÃO:
15/11 Quinta-Feira – Spcine Olido –  17h

DIRETORA: Monique Gardenberg
PAÍS: 
Brasil (SP/RJ)
ANO: 2018
DURAÇÃO: 110′

Elenco: Erasmo Carlos, Julio Andrade, Lee Taylor, Seu Jorge, Marjorie Estiano, Hermila Guedes, Malu Galli, Humberto Carrão, Jaloo, Julia Konrad, Felipe Abib
Roteiro: Monique Gardenberg
Fotografia: Pedro Farkas
Montagem: Giba Assis Brasil, Willem Dias
Som: Beto Ferraz, Jorge Rezende, Armando Torres Jr, Caio Guerin
Música: Zeca Baleiro, Lourenço Rebetez
Arte: Valdy Lopes
Produção: Augusto Casé, Carlos Martins, Jeffrey Neale, Dueto Filmes, Casé Filmes

SINOPSE: Dono da boate Paraíso Perdido, o patriarca José (Erasmo Carlos) faz de tudo para garantir a felicidade de seu clã: os filhos Angelo (Júlio Andrade) e Eva (Hermila Guedes), o filho adotivo Teylor (Seu Jorge) e os netos Celeste (Julia Konrad) e Imã (Jaloo). Unida pela música e por um amor incondicional, a excêntrica família encontra forças para lidar com seus traumas cantando clássicos da música popular romântica e atrai a curiosidade do misterioso Odair (Lee Taylor), um policial que cuida da mãe surda, uma ex-cantora (Malu Galli).

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 14 anos

FILMOGRAFIA DA DIRETORA:

Monique Gardenberg
2007 Ó Paí, Ó
2003 Benjamim
1995 Jenipapo
1990 Diário Noturno (curta)
1989 Day 67 (curta)
1989 Insônia (curta)

 

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *