PREMIAÇÃO




COELHOS DE OURO

Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil para as seguintes categorias:

  • Melhor Longa-Metragem Brasileiro: WAITING FOR B., de Paulo Cesar Toledo e Abigail Spindel
  • Melhor Curta-Metragem Brasileiro: OS CUIDADOS QUE SE TEM COM O CUIDADO QUE OS OUTROS DEVEM TER CONSIGO MESMOS, de Gustavo Vinagre

INCENTIVO:
Os ganhadores dos Coelhos de Ouro receberão os seguintes prêmios de incentivo à realizações de seus novos projetos audiovisuais através da parceria do Festival Mix Brasil com apoiadores da área cinematográfica:

  • PRÊMIO DOT CINE
    Curta-metragem: 02 diárias de correção de cor + Master DCP
    Longa-metragem: Master DCP
  • PRÊMIO CTAV
    Curta-metragem: Empréstimo de equipamento e acessórios (Câmera SI-2K) por duas semanas
    Longa-metragem: Empréstimo de equipamento e acessórios (Câmera SI-2K) por quatro semanas
  • PRÊMIO CINECOLOR
    Curta-metragem: 01 diária de mixagem
    Longa-metragem: 03 diárias de mixagem
COELHOS DE PRATA

Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil para curtas-metragens nas seguintes categorias:

  • Melhor Direção: Filipe Matzembacher e Marcio Reolon, por O ÚLTIMO DIA ANTES DE ZANZIBAR
  • Melhor Roteiro: Daniel Ribeiro e Rafael Lessa, por LOVE SNAPS
  • Melhor Interpretação: Maria Alice Vergueiro, por ROSINHA
  • Menção Honrosa: A GIS, de Thiago Carvalhaes

Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil para Longas-metragens nas seguintes categorias:

  • Melhor Direção: Claudia Priscila e Pedro Marques, por A DESTRUIÇÃO DE BERNARDET
  • Melhor Roteiro: Carlos Juliano Barros e Maurício Monteiro Filho, por ENTRE OS HOMENS DE BEM
  • Melhor Interpretação: Jean-Claude Bernardet, por A DESTRUIÇÃO DE BERNARDET
  • Menção Honrosa: LAMPIÃO DA ESQUINA, de Lívia Perez

Prêmio do Público para as seguintes categorias:

  • Melhor Curta-Metragem Nacional: A GIS, de Thiago Carvalhaes
  • Melhor Curta-Metragem Internacional: TROUSER BAR, de Kristen Bjorn
  • Melhor Longa-Metragem Nacional: ENTRE OS HOMENS DE BEM, de Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros
  • Melhor Longa-Metragem Internacional: STRIKE A POSE, de Ester Gould e Reijer Zwaag
PRÊMIOS ESPECIAIS

• Prêmio Suzy Capó: a peça ANATOMIA DO FAUNO, de Marcelo D’Avilla e Marcelo Denny
As paixões pelo cinema e pela transgressão nortearam a vida de Suzy Capó fazendo com que deixasse sua marca pelos vários festivais do circuito LGBTQ em que participou ativamente, tanto no Brasil quanto no exterior. O prêmio que leva seu nome será entregue ao filme mais inovador e transgressor do Festival MixBrasil.

• Prêmio Canal Brasil de Incentivo ao Curta Metragem: PISCINA, de Leandro Goddinho
Os curtas da Mostra Competitiva Brasil concorrem também a um prêmio no valor de R$ 15 mil. A escolha é feita por um júri do Canal Brasil e o vencedor é indicado ao Grande Prêmio Canal Brasil com o valor de R$ 50 mil.

• Prêmio Show do Gongo: O QUE NÃO DER NA KOMBI, EU BOTO FOGO, de Rafael Menezes<
Coelho de Prata entregue ao vídeo sobrevivente às gongadas do público e de Marisa Orth.

• Prêmio Ida Feldman: Murray Bartlett
Coelho de Prata entregue à pessoa que mais se destacar no Festival MixBrasil sob a ótica de Ida Feldman.



PARCEIROS

Sempre um recomeço

O Brasil tem passado por um momento muito delicado na economia e, principalmente, na política. A crise afetou a produção cultural e, sobretudo, os festivais espalhados por todo o país. Conosco não foi diferente.

Mesmo em tempos de dinheiro curto, conseguimos manter presença em festivais internacionais e nacionais, buscando, mais do que nunca, fortalecer parcerias para que pudéssemos trazer o melhor do cinema e da cultura da diversidade mundial para o público do Mix Brasil.

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS
VIDEOCLIPE 23ª EDIÇÃO
TWITTER
FESTIVAL MIX BRASIL   |   CONTATO: MIXBRASIL.INFO@GMAIL.COM